Sarah Conte, PhD

Sarah Conte, PhD

Research Communication Partner

PhD, Cell and Molecular Biology
University of Texas at Austin

Categorias Populares

Escrevendo um artigo

Toques finais

Escolhendo uma revista

Revisão por pares e publicação

Processo de pesquisa

Etica de publicação

Página inicial | Escolhendo uma revista

Escolhendo a revista adequada para a sua pesquisa

Também disponível em English 한국어 日本語 español

Resumo

  • Enviar um artigo a uma revista inadequada é um dos erros mais comuns cometido por autores, e tanto pesquisadores iniciantes quanto pesquisadores experientes podem cometer esse erro.
  • As considerações no processo incluem o escopo da revista, quaisquer restrições que ele imponha em relação ao tipo ou tema dos artigos e o Fator de Impacto da revista.

A publicação em uma revista com revisão por pares é a meta óbvia da maioria dos projetos de pesquisa. É através da publicação que a sua pesquisa alcança outros pesquisadores de sua área, ampliando o conhecimento e incentivando a comunicação entre grupos de pesquisa com interesses semelhantes. Embora a revisão por pares possa ser um processo demorado e muitas vezes desgastante, a publicação final do seu artigo valida efetivamente o seu trabalho e pode ajudá-lo a progredir em sua carreira, atrair estudantes brilhantes e equipes experientes e angariar fundos para estudos futuros. Um dos aspectos mais importantes — e, possivelmente, o menos compreendido — do processo de publicação é a escolha de uma revista que provavelmente aceite o seu trabalho.

Enviar um artigo para uma revista inadequada para ele é um dos erros mais comuns cometidos por autores, e tanto pesquisadores iniciantes quanto pesquisadores experientes podem cometer esse erro. Autores iniciantes ou aqueles que estão entrando em territórios de pesquisa mais amplos podem não estar familiarizados com as revistas da área. Por outro lado, autores experientes podem sentir-se tentados a publicar sempre nas mesmas revistas, embora estejam constantemente surgindo novas oportunidades de publicação na forma de revistas disponíveis somente no formato eletrônico e publicações de acesso livre. Até mesmo trabalhos rigorosos, de alto impacto, podem ser rejeitados se o tema da pesquisa não corresponder ao escopo da revista; e cometer esse erro desperdiça tempo, dinheiro e motivação.

Abaixo estão alguns dos critérios mais importantes a se ter em mente ao escolher uma revista que seja adequado à sua pesquisa.

1) Quais são os objetivos e o escopo da revista?

Essas informações geralmente são facilmente encontradas na página inicial da revista. Procure por uma seção intitulada “Sobre a revista”, “Objetivo e escopo”, ou algo semelhante. A navegação por essa página fornecerá informações importantes para determinar se a sua pesquisa é compatível com a revista. Por exemplo, o website da revista Cancer Clinical Research indica que ele prioriza estudos laboratoriais e com animais que abordem novas drogas e agentes com alvos moleculares com potencial para desenvolver ensaios clínicos. Outras revistas podem ter critérios mais amplos e alguns demonstram que favorecem pesquisas que são do interesse de uma ampla audiência. Por exemplo, a The Plant Cell indica que o critério primário para publicação é “uma nova visão que seja do amplo interesse de todos os biólogos de plantas, não somente de especialistas”. Uma revista como a PLOS ONE tem um critério ainda mais amplo, aceitando relatórios de pesquisas originais de todas as disciplinas dentro da ciência e da medicina. Observe que algumas revistas ainda especificam os tipos de pesquisa que não têm interesse em publicar. Por exemplo, a Food Research International não publica estudos de otimização que têm como objetivo aumentar o rendimento de um processo de produção.

2) A revista já publicou artigos semelhantes ao seu?

Depois que você tiver identificado algumas revistas que provavelmente publicariam o seu artigo, com base no escopo e objetivos gerais dessas revistas, considere fazer uma busca com as palavras-chave (ou com o título) do seu artigo para determinar se a revista já publicou trabalhos semelhantes ao seu. Procure identificar de 3 a 5 artigos publicados nos últimos 5 anos e tente determinar se são semelhantes ao seu em termos de qualidade e escopo. Por exemplo, se você conduziu um estudo clínico com 50 pacientes e notar que a revista só publica estudos clínicos com 300 pacientes ou mais, essa revista específica provavelmente não considerará a sua pesquisa de maneira favorável. Identificar artigos publicados anteriormente em sua área específica é uma excelente evidência de que o seu tema de pesquisa é do interesse da audiência de uma determinada revista, o que aumentará suas chances de revisão.

3) Quais são as restrições da revista?

Enviar um artigo a uma revista que não aceita o tipo de artigo que você escreveu é uma maneira infalível de ser rejeitado imediatamente. Por exemplo, algumas revistas, como a British Journal of Surgery, não publicam relatos de caso. Portanto, é essencial verificar a seção de “Informações aos autores” da revista desejada para determinar suas restrições. Também é importante observar restrições relacionadas à contagem de palavras. Por exemplo, se o seu artigo tiver 7.000 palavras e a revista aceitar artigos com no máximo 4.000 palavras, obviamente uma revisão considerável será necessária. O custo de publicação também pode ser visto como uma restrição, já que algumas revistas cobram taxas muito altas de processamento de artigos. Também podem ser cobradas taxas por acesso livre, páginas adicionais além de um certo limite ou figuras coloridas.

4) Qual é o Fator de Impacto da revista?

A validade do Fator de Impacto da revista como métrica da sua qualidade é controversa, pois há muitos fatores que podem influenciar a avaliação obtida e nem todos esses fatores estão diretamente relacionados à qualidade das publicações da revista. Ainda assim, o Fator de Impacto ainda é o método padrão para determinar a qualidade e a reputação de uma revista. Embora seja tentador enviar um artigo para uma revista com o Fator de Impacto mais alto, é importante avaliar de maneira objetiva a sua pesquisa e determinar se ela é realmente adequada a uma revista de primeira linha. Caso contrário, você corre o risco de desperdiçar tempo e esforços preciosos reenviando (e reformatando) o seu artigo várias vezes para várias revistas.

Depois de todo o esforço necessário para fazer uma pesquisa de sucesso, o passo final mais importante é escolher a revista certa para publicá-la. Com quase 9.000 revistas somente no Diretório de Periódicos de Acesso Livre (Directory of Open Access Journals), escolher a melhor revista pode ser assustador até mesmo para pesquisadores experientes, e tomar a decisão errada pode custar tempo, dinheiro e esforços preciosos. Considerar os objetivos e o escopo da revista, identificar artigos semelhantes em termos de qualidade e escopo, determinar as restrições da revista e considerar o fator de impacto garantirá um caminho sem dificuldades para a publicação.

Tags Escolhendo uma revista Processo de publicação DOAJ Fator de impacto PLOS ONE

Artigos recentes

Sobre o autor Sarah Conte