Página inicial | Edição de Artigos

Como Começar Bem: Melhores Práticas para Escrever uma Introdução

Também disponível em English 中文

Resumo

O documento para download neste artigo descreve as ações específicas que os autores podem usar para redigir uma boa introdução de uma pesquisa que queiram de publicar nas melhores revistas.

Melhores Práticas para Escrever uma Introdução A introdução de um artigo de pesquisa precisa convencer o leitor de que seu trabalho é importante e relevante, enquadrar as questões que estão sendo abordadas e fornecer o contexto dos resultados que estão sendo apresentados. Para atrair a atenção de pesquisadores que constantemente precisam tomar decisões sobre a melhor maneira de investir seu tempo e quais artigos ler, uma introdução precisa “vender” o seu artigo ao leitor.

Abaixo está uma prévia do nosso artigo delineando as ações específicas que os autores podem usar para elaborar uma boa seção de introdução. O artigo abrange os seguintes tópicos:

  • Objetivo e Estrutura
  • Contextualização
  • Uso adequado de citações
  • Considerações Finais

O que é ainda mais importante é apresentar a questão norteadora da pesquisa de forma clara e convencer seu leitor de que seu trabalho preenche uma lacuna no conhecimento atual – se o leitor não acreditar que o artigo melhorará seu conhecimento sobre a área de estudo de uma forma significativa, é menos provável que ele invista tempo e esforço valiosos lendo cuidadosamente o artigo.

Uma introdução bem escrita prepara o leitor para as informações que se seguem, envolvendo-o nas questões norteadoras da pesquisa e fornecendo as informações necessárias para entender e apreciar os métodos, resultados e impactos. Em contrapartida, uma introdução mal escrita não fornece os contextos e embasamentos adequados ou não explica adequadamente as questões norteadoras da pesquisa, deixando assim o leitor sem engajamento e, provavelmente, sem poder apreciar completamente os resultados ou impactos da pesquisa.

Objetivo e Estrutura

A estrutura e o desenvolvimento de uma introdução são flexíveis e podem variar entre áreas de estudo e publicações, mas esta seção serve para um único propósito: guiar o leitor através de uma narrativa que termina com a apresentação da pesquisa e as razões de sua importância.

A estrutura ideal dessa narrativa é como um “funil”, começando com ampla informação conceitual e gradualmente se restringindo em termos de escopo e especificidade, até que a informação apresentada seja específica para as questões norteadoras que estão sendo abordadas. Esta estrutura permite que você use a introdução para contar uma história que tenha uma sequência lógica e que oriente o leitor sobre conceitos amplos e conhecidos através do referencial científico e fundamento do artigo, para que as questões norteadoras da pesquisa sejam claramente compreendidas e fundamentadas.

Uma introdução deve começar apresentando o amplo contexto da área de estudo e fornecendo uma estrutura que é usada como base para elaborações posteriores. Além de fornecer contexto para a pesquisa que está sendo descrita, o uso de conceitos conhecidos no início de uma introdução também envolve os leitores e os prepara para a informação que se segue. As explanações iniciais também fornecem uma oportunidade para convencer os leitores da importância e relevância da pesquisa, mantendo seu interesse desde o início. Por exemplo, para um artigo teórico, isto pode simplesmente ser o aprofundamento do nosso conhecimento científico. Para um artigo clínico, a pesquisa pode estar relacionada a uma condição médica que afeta uma população considerável. Para um artigo na área de administração, a pesquisa pode ajudar a relacionar o comportamento humano ao funcionamento de uma empresa bem sucedida.

Continue lendo "Como Começar: Melhores Práticas para Escrever uma Introdução", baixando o artigo completo aqui.

Tags Edição de Artigos Escrevendo um artigo Conteúdo para download Processo de publicação Tradução

Artigos recentes

Sobre o autor Michael Bendiksby